Dividas – Principio de administração

0
391
Mercado cristão

“Quando lhe for possível, não deixe de fazer o bem a quem dele precisa. Não diga ao seu próximo: “volte amanhã, e eu lhe darei algo”, se pode ajudá-lo hoje”.   Provérbios 3:27

Apesar de que para muitos pedir emprestado não se considera um princípio positivo no Reino de Deus, ele tem valor e deveríamos conhecê-lo muito bem pelo alto efeito que chega a ter em cada um de nós. Uma coisa boa de pedir um empréstimo é que é um sinal de humildade, porque pedir emprestado, seja dinheiro, produtos ou ajuda, nos faz saber que não somos auto-suficientes. Pedir emprestado nos coloca numa posição responsável porque devemos algo. Isso nos ajuda a respeitar aos outros e nossa necessidade para estabelecer bons relacionamentos. A vida desenhada por Deus, não inclui auto-suficiência e sim, aprender a trabalhar e depender uns dos outros, seja na família, com os amigos, na comunidade ou equipes de trabalho.

Este provérbio diz respeito principalmente aos empréstimos, mas pedir emprestado é um princípio muito mais amplo que pode se aplicar a qualquer coisa, porque chega a nós em forma de necessidade. Necessitamos de humildade para pedir auxílio, ajuda pessoal ou empréstimos. Essas são 3 coisas que podemos fazer para estabelecer uma boa
imagem de crédito em nosso meio:

1 Comece com empréstimos pequenos ou favores pequenos. Estes empréstimos ou favores devem ser para necessidades práticas e reais, que sejam de sentido comum. Não leve ao que empresta a duvidar de suas intenções ou de sua habilidade de devolver o favor, ou de pagar a dívida. Faça seu pedido claramente e explique como espera fazer os pagamentos ou cumprir suas obrigações, seja dinheiro, produtos ou favores.

2 seja pontual no pagamento e cumpra com seus compromissos. A pontualidade é um princípio importante, não somente no pagamento, mas também como parte de seu
caráter. Demonstre responsabilidade e isso lhe dará um bom perfil. O pagamento sempre se espera, mas o que gera respeito e confiança é a pontualidade com que é feito.
Isso mostra que está preocupado por sua reputação para futuros negócios, como empréstimos ou favores. A Escritura diz: “Não deixe de pagar suas dívidas”. Se podes pagar, então pague. Nosso lema deve ser pagar nossas dívidas o mais rápido possível. Pergunte àqueles que o ajudaram: “existe algo que eu possa fazer por você?” antes que eles peçam. Essa atitude mostra o seu interesse e disposição além de seu agradecimento. Quando tiver dinheiro ou tempo extra, pague sua dívida às pessoas que o ajudaram. Não esbanje. Existem aqueles que ensinam independência financeira e auto-suficiência, isso leva ao orgulho e egoísmo. Não se pode ser feliz ao ser totalmente independente. Fomos desenhados para os relacionamentos. Sempre estaremos em dívida com Deus, nossos amigos e com aqueles aos que importamos. Então, pague o que deve.

3 Comunique-se imediatamente (ou o mais rápido possível) com seu credor, se tem algum problema com o pagamento de suas obrigações. Há momentos quando todos têm problemas para pagar suas obrigações financeiras rapidamente. Situações de força maior ou caso fortuito que podem nos atrasar financeiramente ou emocionalmente e causar atraso nos pagamentos. A maioria dos banqueiros e amigos não se preocupam muito por um pagamento ou favor atrasado se o comunicamos oportunamente. Nos respeitarão por ir e explicar nossa situação. Isso gerará confiança e amizades duradouras. Então, seja responsável. Lembre-se de que obteremos dos outros o que semearmos neles. O ponto chave é que é difícil pedir emprestado aos nossos amigos, se não construímos confiança neles.

Fonte: La Red Business Network

DEIXE UMA RESPOSTA