Métas – Principio de Produtividade

0
362
mercado cristão

“A pessoa faz os seus planos, mas quem dirige a sua vida é Deus, o Senhor”.  Provérbios 16:9

Planejar pode ser uma meta por si mesma, mas as metas são principalmente estratégias estabelecidas dentro de um plano a longo ou curto prazo. O plano é a primeira grande imagem dos objetivos a longo prazo, ou do que queremos, e as metas a curto prazo são como pontos no caminho das estratégias que usaremos para chegar lá. Qualquer coisa que façamos na vida deve ser feita baseando-se num objetivo. Se não temos uma meta, então não teremos instruções para nossa vida e nos converteremos em parte do plano de outras pessoas. Devemos entender que as coisas não acontecem sozinhas. Podemos sonhar com possibilidades e com o futuro, mas nada acontecerá, a menos que façamos um plano com metas semanais ou mensais e como alcançá-las. Sempre deveríamos trabalhar com uma agenda diária ou com uma lista das coisas que temos que fazer diária e semanalmente. Isso nos dará uma vida e um futuro emocionantes, pois estaremos progredindo ao fazer essas coisas. Sem planejamento e sem metas, responderemos às circunstâncias conforme forem chegando, o que nos deixa o sentimento de que a vida está cheia de nada mais que circunstâncias.

Para conseguir fazer algo na vida, devemos começar por:

A. Saber onde estamos (conhecimento).

B. Ter uma visão (o sonho)

C. Saber o que queremos (as metas)

D. Ter um plano para chegar (uma estratégia)

Podemos alcançar até 90% do que queremos se tivermos metas e seguirmos trabalhando em nosso plano. Quando planejamos nossas atividades e alcançamos nossos objetivos estabelecidos, temos um sentimento grandioso de satisfação. Nos convertemos em vencedores. Devemos perguntar a nós mesmos: “Havia planejado as coisas que fiz essa semana como parte de minha meta pessoal”? Ou eram coisas que estavam planejadas para beneficiar a outra pessoa?

Todos devemos responder e participar nas idéias e nos sonhos de outros. Mas se queremos alcançar os desejos de nossas vidas, também devemos ter idéias e sonhos próprios e começar a planejar como os converteremos em realidade. Devemos ter metas e fazer planos, mas contar com Deus para nos dirigir. Para tornar realidade
nossos sonhos, precisamos fazer o seguinte:

1 Escrever nossos sonhos (clareza)

2 Escrever o que nos custará (avaliação)

3 Escrever nossas metas e estratégias (planejamento)

4Revisar cada uma delas regularmente (concentração)

Existe uma lei na vida que diz: “atraímos aquilo que prestamos atenção”. Leve sempre lápis e papel para escrever pensamentos que contribuam com suas metas e depois de um tempo verá o desenvolvimento de um plano para alcançá-lo. Escrever nossos sonhos e metas fará duas coisas por nós: primeiro, saberemos se em realidade temos um sonho ou só ilusões. Segundo: descobrirás o custo do sonho. Jesus dizia que antes de construir devemos levar em conta os custos como: tempo, esforço e dinheiro. Construir sonhos sempre nos custa alguma coisa. O preço e o sacrifício necessários para alcançar o sonho podem ser mais altos do que estejamos dispostos a pagar. Então podemos abandonar o sonho ou ajustar nossas metas. É muito importante revisá-las constantemente, pois isso nos mantém concentrados e desenvolve uma mente feita para triunfar.

Alguns objetivos devem ser estabelecidos dentro de nosso plano geral para poder medir o progresso do plano. Sem metas nosso sonho parecerá fora de alcance. Mas se temos um bom plano com metas em nosso caminho, poderemos nos concentrar nas metas a curto prazo, ao invés dos planos de 5 ou 10 anos, os quais nos parecerão
muito distantes e desalentadores, o que poderá causar perda do interesse.

Devemos sempre pedir a Deus que abençoe nossos planos. Se parecem difíceis, talvez devamos mudá-los. Se nossos planos não podem ser abençoados por Deus, estamos construindo na areia. E ainda, se conseguirmos, não seremos felizes por muito tempo.

Fonte – La Red Business Network

DEIXE UMA RESPOSTA